Apoio social

Respostas Sociais da Instituição

Centro Comunitário

Gabinete de Acção Social

Atendimento de 1º Linha
Serviço de atendimento e acolhimento de situações de emergência social que se destina à população que se encontra em situações de risco social e que necessitam de respostas rápidas e adequadas, com a respetiva orientação e encaminhamento para outros serviços e instituições sociais.

PO APMC

Distribuição de géneros alimentares a indivíduos e famílias economicamente desfavorecidas, fazendo o acompanhamento psicossocial dos mesmos, visando contribuir para a identificação e satisfação das necessidades reais dos utentes da ação social.

Ateliers de Atividades Ocupacionais

Resposta que se destina a promoverem atividades que contribuam para o desenvolvimento social da comunidade, dinamizando ações de animação sociocultural e outras (Realização de passeios temáticos, idas ao cinema, visita a museus).

Loja Social – “Coisas & Causas”

Trata-se de uma loja de solidariedade, que tem como objetivo aproveitar roupas, utensílios domésticos, calçado, etc. Os artigos para venda são donativos recebidos de particulares e empresas. Estes são selecionados e cuidados de forma a estar nas melhores condições de entrega. Todos têm aqui a oportunidade de comprar artigos que necessitam, a preços a simbólicos.

Refeitório Social

Resposta destinada ao fornecimento de refeições dirigido a indivíduos e famílias em situação de exclusão social.

Unidade Balnear e Tratamento de Roupa

Serviço onde estão integrados balneários que permitem aos utentes fazer a sua higiene pessoal e uma lavandaria onde é efetuado o tratamento de roupa dos mesmos.

Ajudas Técnicas

Pertencentes à Delegação da Cruz Vermelha Portuguesa, que se encontram à disposição de toda a comunidade com incapacidade permanente ou temporária. Neste serviço existe uma grande articulação com outras entidades principalmente as que as que desenvolvem a sua atividade na área da saúde.

Apoio em vestuário e calçado

Distribuição de vestuário e calçado a indivíduos e famílias economicamente desfavorecidos, procurando satisfazer as necessidades dos utentes do Centro Comunitário e da comunidade em geral. No âmbito deste serviço e sempre que exista o material disponível é colocado ao dispor da população, móveis, eletrodomésticos e utensílios de casa.

Casa de Acolhimento de Emergência de Vitimas de violência doméstica

Destina-se a proporcionar acolhimento transitório a mulheres vítimas de violência doméstica acompanhadas ou não de filhos/as menores ou maiores com deficiência na sua dependência.

Esta resposta está vocacionada para contextos de emergência e visa acolher, estabilizar, informar, avaliar e apoiar a decisão da vítima, sendo a intervenção fundamentada e sustentada no pressuposto de qual o melhor caminho a seguir ao nível de respostas da rede social e familiar ou de serviços de suporte/apoio.

Esta casa tem como objetivos específicos:

  • Aprofundar o diagnóstico da situação e a rede de apoio, para se trilhar com a vítima o melhor encaminhamento;
  • Satisfação das necessidades básicas de alimentação, higiene pessoal, vestuário, calçado, medicação e transporte;
  • Assegurar a segurança e confidencialidade da vítima;
  • Minimizar recaídas e o processo de vitimização cíclico, característico destes casos.  

Casa de Acolhimento de Emergência de Vitimas de violência doméstica

Equipa Multidisciplinar

1 – Diretora Técnica

1 - Psicóloga

5 - Assistentes Operacionais

  • Em termos de envolvimento institucional a delegação está representada na rede social (CLAS), Comissão Social Freguesia, Núcleo Local Inserção do RSI.


SAAS

O SAAS É dirigido a todas as pessoas em situação de exclusão social, à exceção dos beneficiários de RSI, tendo como pressupostos uma política de proximidade e de abertura à comunidade e constituído por duas atividades distintas, o atendimento e o acompanhamento social.

Atendimento Social (Ats)

Atendimento de primeira linha que responde eficazmente às situações de crise e/ou de emergência social (em todo o concelho da Figueira da Foz).

Acompanhamento (Acs)

Destina-se a assegurar o apoio técnico, tendo em vista a prevenção e resolução de problemas sociais sob um modelo de contratualização com o indivíduo/ a família.

Equipa Técnica Multidisciplinar

1 - Coordenadora do projeto

1 - Técnico superior serviço social

1 - Psicóloga

1 - Animadora Sócio educativa

1 – Técnica CPCJ

1 – Jurista


Equipa

A RLIS no município da Figueira da Foz,  está a assegurar o serviço de atendimento e acompanhamento social (SAAS), a «pessoas e famílias em situação de vulnerabilidade e exclusão bem como de emergência social»,  residentes nas freguesias de: Alqueidão, Bom Sucesso, Brenha, Lavos, Ferreira-a-Nova, Quiaios, Marinha das Ondas, Moinhos da Gândara, Paião, São Pedro, Vila Verde e Buarcos e São Julião.

Powered by jms multisite for joomla